Portais da Cidade

Notcias na 25 de maro

Listando: 1 5 de 1447
5 dicas de configuração na hora de comprar um notebook novo

Com a vasta opções de máquinas disponíveis no mercado, cada qual com pequenas (ou grandes) diferenças em configuração, é normal que o usuário que não tem conhecimento aprofundado em tecnologia se sinta perdido na hora da comprar um notebook novo – e até mesmo acabe realizando uma escolha menos assertiva para suas necessidades. Para apoiar este processo de tomada de decisão, a AMD destaca cinco dicas que podem ser observadas para garantir uma melhor aquisição.

1. Duração da bateria é tudo
Ao procurar um notebook novo, é essencial saber se a duração da bateria é compatível com a sua necessidade. Hoje, há nas prateleiras aparelhos com cada vez mais eficiência energética, como o Ideapad 3, da Lenovo. Com processador AMD Ryzen 5 5000 H-Series, podendo chegar a até 24 horas de autonomia. Também possui uma função extra de economia de bateria, além de tela Full HD de 15,6” com tratamento antirreflexo e diferentes configurações de áudio.

2. Por falar em desempenho…
Mesmo para uso doméstico, cada usuário tem necessidades diversas de desempenho do notebook. Ao realizar uma compra, é preciso ter atenção aos detalhes que podem fazer diferença na experiência de uso. Os processadores AMD Ryzen Série 5000, por exemplo, permitem que o cliente desfrute de um excelente desempenho em jogos em uma máquina fina e leve, como a Dell G15. E a empresa já anunciou parcerias para trazer modelos com AMD Ryzen Série 6000, elevando ainda mais a potência dos computadores para lazer ou trabalho.

3. Transformando criatividade em realidade
Da renderização de vídeos ao trabalho com imagens de alta resolução, notebooks como o Ideapad 3, da Lenovo, com processadores AMD Ryzen 7 Série 5000, são poderosos e eficientes, elevando a forma e a função com design premium. Isto é, sem sacrificar o desempenho pela beleza. Assim, o usuário tem em mãos um aparelho mais leve e compacto, mas que permite trabalhos com longa duração de bateria, agilidade e resultados de qualidade.

4. Mantenha-se conectado
O distanciamento social mudou a forma de conexão, seja no trabalho, seja na vida pessoal. Por isso, uma característica importante na hora de escolher um notebook novo é a qualidade e performance em videoconferências. O Acer Aspire 5, por exemplo, conta com processadores AMD Ryzen 5000 para oferecer melhor desempenho e experiências em modelos portáteis e elegantes para acompanhar as tarefas do dia a dia.

5. Segurança é essencial
Dentro do ambiente digital é difícil controlar a forma como os dados são distribuídos. Principalmente para usuários que não são profissionais de tecnologia. Por isso, ao escolher um notebook novo, é preciso estar atento também às funções de segurança oferecidas, indo além do antivírus. Por exemplo, o Asus M515, com processador AMD Ryzen 5000, tem uma tampa deslizante que funciona como um escudo de privacidade na webcam para proteção contra olhos curiosos e perturbações.

(Fonte: 33Giga) - 09/08/2022
Segurança: conheça 5 golpes via celular que estão em alta

Que a pandemia acelerou o processo de digitalização não é novidade para ninguém. Mas é preciso levar em conta que além de pessoas bem intencionadas, os criminosos que antes agiam nas ruas também passaram a aplicar as mesmas escaramuças online.

Neste cenário, os brasileiros, que são culturalmente sociáveis, passam um tempo considerável interagindo na web, com mais de 3 horas por dia no uso de redes sociais. Isso equivale a 55% acima da média mundial, segundo o site de dados Statista.

Com isso, eles ficaram ainda mais propenso a golpes e crimes virtuais. Isso porque parte dessas pessoas não está preparada para usar a internet com segurança e vira alvo fácil para os golpistas.

Com grande poder de massificação dos contatos, a internet tem se tornado cada vez mais o principal canal dos criminosos. Em poucos segundos é possível enviar centenas de mensagens para diferentes pessoas, aumentando o potencial de encontrar usuários despreparados.

Outro fator que tem deixado os golpes muito mais difíceis de serem identificados é o uso de engenharia social para convencer as vítimas. Os criminosos se passam por uma outra pessoa conhecida da vítima e se aproveitam para estabelecer um laço de confiança e familiaridade com algo conhecido.

Para evitar que mais pessoas sejam vítimas desses golpes, Regina Acutu, CEO da ferramenta de captura técnica de provas digitais Verifact e eleita TOP 50 Mulheres em Cibersegurança LATAM 2021, reuniu algumas dicas.

Golpe do falso emprego
Dados da Psafe mostraram que a cada minuto dois brasileiros recebem mensagens com falsas ofertas de emprego, com links para ter acesso a mais informações e se inscrever.

As propostas, que parecem bem vantajosas, com remunerações que chegam a milhares de reais por hora trabalhada, acabam atraindo pessoas que buscam por vagas de emprego e não se atentam ao fato de estar recebendo ofertas muito vantajosas de desconhecidos.

Com tantas pessoas desempregadas e em busca de recolocação, os criminosos que enviam mensagens em massa acabam encontrando desavisados, que acabam caindo no golpe. A dica é nunca clicar em links suspeitos, principalmente de números que não estão na sua agenda, mas evitar clicar em links ainda que enviados por amigos, caso pareçam ter direcionamentos suspeitos.

Se está em busca de emprego, sempre confirme se aquele é realmente o número da empresa que oferece a vaga, desconfie de ofertas muito vantajosas e não compartilhe dados ou informações pessoais.

Golpe da falsa venda de produtos em redes sociais
Desconfie de preços muito atrativos, ainda que venham do perfil de amigos ou conhecidos. É comum que golpistas se apropriem do perfil de terceiros para anunciar ofertas falsas, inclusive com a desculpa de que precisam se desfazer logo dos produtos.

Ao se interessar por qualquer produto online anunciado em redes sociais, verifique se é realmente a pessoa que está fazendo a solicitação ou venda: tente fazer uma visita pessoalmente ou fazer uma videochamada.

Se o anúncio partir da rede social de alguma empresa, verifique se há algum histórico de reclamações da empresa em sites que reúnem reclamações de consumidores e se realmente se trata de um canal oficial, geralmente os sites oficiais da empresa informam as redes sociais no canal.

Golpe do pedido de dinheiro por aplicativos de mensagens
Talvez o golpe mais comum aplicado online, o golpe do dinheiro emprestado é um dos mais prováveis de atrair desavisados. Isso porque os golpistas usam de engenharia social, se passam por um familiar ou amigo próximo e usam da confiança da vítima para acelerar o processo.

Nesse golpe, os criminosos usam a imagem de conhecidos e dizem que estão precisando de dinheiro para resolver uma questão urgente, mas que estão sem acesso às contas bancárias e pedem que a vítima empreste os valores por apenas algumas horas, prometendo devolver o valor ainda no mesmo dia.

A principal forma de se proteger é entrando em contato com a pessoa que solicitou o valor por telefone ou videochamada antes de fazer qualquer movimentação, ainda que o número seja o mesmo que você esteja acostumado a conversar, isso porque alguns criminosos estão se apropriando inclusive dos números de telefones de outras pessoas para cometer crimes.

Apropriação do número de telefone
Além de se preocupar em não cair em golpes entregando dinheiro para criminosos, é necessário também se preocupar que bandidos não usem a sua rede de contatos em redes sociais para aplicar golpes em seu nome. Infelizmente, as operadoras telefônicas no Brasil não contam com barreiras suficientes para evitar que se apropriem dos números.

Esse golpe tem se tornado cada vez mais recorrente. Para evitar cair nele e perder o seu número de telefone, nunca forneça códigos que receba por SMS em nenhuma ligação, cadastre a verificação do número em duas etapas, evite se conectar em redes WiFi públicas, não clique em links suspeitos, principalmente os recebidos por SMS ou WhatsApp com ofertas de emprego ou prêmios e fique atento às permissões concedidas aos aplicativos que usa.

Golpes envolvendo PIX
O PIX, sistema de pagamentos e transferências instantâneas, não é o que facilita os golpes, ele é tão seguro quanto os outros sistemas de pagamento. No entanto, por se tratar de um sistema de pagamento instantâneo, ele é mais usado por golpistas porque dificulta as chances da vítima reaver o dinheiro

Assim que recebe a transferência feita pela vítima na conta, o golpista transfere o valor pago pela vítima para várias contas de diferentes instituições, dificultando a localização e cancelamento da operação pelos bancos.

Por isso, caso queira se proteger, você não deve se preocupar com qual a forma de pagamento e sim com quem está recebendo os valores. É claro que usar cartões virtuais oferecidos pelos bancos ajuda a evitar que clonem ou rastreiem o cartão de crédito, mas nestes casos de transferência de valores, o golpe não envolve o sistema, e sim para quem você está transferindo o valor.

Conforme mencionei anteriormente, sempre confirme que a pessoa ou empresa que está solicitando um empréstimo ou vendendo um produto é realmente quem diz ser.

Caí em um golpe, o que fazer?
Caso você já tenha, infelizmente, caído em algum desses golpes e esteja procurando formas de solucioná-los ou reaver o dinheiro em caso de golpes financeiros, é importante procurar ajuda de um advogado e denunciar o caso à Justiça.

Isso fará que o criminoso não fique impune e evita que esses golpes continuem aumentando, a maior parte dos golpistas age online considerando que a vítima não sabe como denunciar ou que nunca será encontrado. O que é completamente errado, afinal crimes na internet são crimes reais, deixam rastros e possuem consequências.

No entanto, para que a denúncia seja aceita, é preciso que ela contenha conteúdos de prova válidos, com o mínimo de informações que permitam o início de uma apuração pelos órgãos responsáveis, com a identificação dos autores.

Quanto mais vaga e genérica a denúncia, menores as chances de êxito em sua apuração. Além de procurar orientações de uma pessoa advogada especializada na área, outras três etapas são muito importantes para fazer a denúncia.

Reúna provas
O primeiro passo é reunir todas as provas que ajudem a comprovar que o fato existiu na web. A internet é um meio volátil e o material pode desaparecer ou ser editado a qualquer momento, existem, inclusive, diversos sites e aplicativos que simulam visualmente um conteúdo da internet vindo do de redes sociais.

Por essa razão, um print que exibe as mensagens pode não ser suficiente. É difícil comprovar que a imagem da tela é realmente autêntica e não uma versão editada, principalmente se o original já não está mais na internet – como é o caso de mensagens temporárias e vídeos instantâneos.

Para que o conteúdo seja confiável, é necessário que ele siga três passos: coleta utilizando técnicas adequadas, com o isolamento do fato, espelhamento e preservação. Opte por uma plataforma de captura técnica de provas digitais que permita registrar as telas dos conteúdos disponíveis na internet utilizando técnicas forenses e que preserve a cadeia de custódia, conforme a legislação.

No relatório técnico certificado emitido pela plataforma, são registradas as telas capturadas, links dos sites navegados, endereço IP do autor do registro, donos dos domínios dos sites navegados, rota lógica e muitas outras informações técnicas, para que você possa se defender.

Em uma eventual perícia técnica, esses conteúdos gerados são facilmente validados online e permitem que seja feita a qualquer momento uma ampla auditoria de comprovação da origem e integridade do conteúdo.

Denuncie
Caso o autor não seja identificado na publicação, ou tenha um perfil fake, é necessário investigar e coletar evidências para identificar e comprovar a autoria da publicação. Além de órgãos públicos que realizam investigações sobre a autoria do material publicado, é possível contar também com o trabalho de especialistas.

O profissional pode utilizar de inteligência em investigação em fontes abertas (OSINT), obtidas por dados disponíveis abertamente na internet, ou diversas outras estratégias. Afinal, a internet deixa rastros e existem diversos casos onde as pessoas que publicaram conteúdos na internet que violam a lei foram descobertas e sofreram as consequências do ato.

Tão importante quanto provar que o fato existiu e descobrir os suspeitos, é denunciar o caso à Justiça para que o crime não fique impune. Conheça os principais canais de denúncia. Use os canais de denúncia das plataformas de redes sociais, procure uma delegacia da Polícia Civil, ou no caso da polícia de São Paulo, é possível também denunciar online.

Em casos relacionados desrespeito à Constituição e aos direitos coletivos, como discriminação na internet, as denúncias podem ser realizadas de modo online para o Ministério Público. Outra plataforma que recebe e encaminha denúncias contra os direitos humanos é a Safernet.

(Fonte: 33Giga) - 09/08/2022
Conheça os melhores apps pra ganhar dinheiro pela internet

Existem diversas maneiras de ganhar dinheiro pela internet. Basta achar o aplicativo certo.

Basta um pouco de paciência e o app certo e ― bum! ― você também começa a faturar um dinheiro extra pela internet. Mas como fazer isso? Bom, você pode oferecer seus serviços como freelancer, vender produtos usados, responder pesquisas ou assistir vídeos. Sim, você pode ganhar dinheiro fazendo isso em seu tempo livre.

Veja por onde começar a ganhar sua próxima renda extra.

Para ganhar dinheiro com cursos online
A web está cheia de ofertas de infoprodutos. São cursos, apostilas, videoaulas e e-books ensinam o consumidor sobre qualquer assunto de seu interesse. E muitos deles permitem que você ganhe uma renda extra revendendo esses cursos. São os famosos programa de afiliados.

Hotmart: Ótimo para vender cursos dos mais variados tipos. Cada curso oferece um tipo de comissão diferente. Basta escolher a que mais se encaixa para você.

Eduzz: Aqui você pode se cadastrar como produtor de conteúdo ou em programas de afiliados. Você mesmo cria seus conteúdos ou aproveita o programa de afiliados parecido com o famoso Hotsmart.

Udemy: Nesta plataforma você atua como produtor de conteúdo. O mais interessante é que a empresa oferece suporte em filmagem e edição de vídeos.

Para ganhar dinheiro com a segurança do seu bairro
Acredite se quiser, mas ajudar no monitoramento da vizinhança pode render um dinheirinho extra.

Civi: Esse aplicativo permite que você acompanhe tudo o que acontece em seu bairro como roubos etc. E como ganhar dinheiro com isso? Simples: faça parte do programa Sentinelas. Com ele, você adiciona as ocorrências de interesse público e pode ser recompensado por informação enviada. É perfeito para quem trabalha como segurança, motorista, delivery, gari etc.

Para ganhar dinheiro com a prestação de serviços
Você pode usar esses apps para se conectar diretamente com potenciais consumidores para oferecer seus serviços.

GetNinjas: É a plataforma é ideal para quem trabalha com serviços domésticos, obras e reformas, assistência técnica e eventos. Você tem acesso aos pedidos dos clientes e pode entrar em contato para oferecer um serviço ou orçamento.

Fiverr: Esse é um serviço que conecta freelancers em 116 categorias distintas. E você pode prestar serviços em mais de uma delas.

Upwork: Essa também é uma plataforma que conecta freelancers. A diferença é que o pagamento é em dólar. Mas fique atento para as taxas cobradas para quando você fecha um serviço através do app.

Para ganhar dinheiro com a venda de produtos usados
Existem diversas plataformas que servem para vender produtos usados ou seminovos. Fique atento, porém, às taxas cobradas em cada transação.

Enjoei: Simples e intuitivo, permite que você abra sua “lojinha” pessoal para vender seus produtos usados: roupas, eletrônicos, livros etc. A plataforma é exigente quanto à qualidade das fotos e do bom estado dos produtos.

OLX: Ele é similar ao Enjoei, mas inclue também animais de estimação, automóveis e até imóveis. E similar ao Facebook, você pode “impulsionar” seu post para ser visto por mais gente.

Para ganhar dinheiro dando sua opinião
Você gosta de dar opinião? Adora fazer um review de um produto ou serviço? Então tá na hora de ganhar um dinheirinho com isso.

PiniOn: No aplicativo, você ganha dinheiro ao responder pesquisas sobre marcas produtos e serviços e realizar missões disponibilizadas para o seu perfil.

Google Opinion Rewards: Ao acertar perguntas feitas pelo app, você recebe créditos de R$ 3,00 por cada resposta certa para usar no Google Play.

Streetbees: Aqui são pesquisas completas, com mídia, que você responde e envia para análise. Se aceito, recebe R$ 20,00 por cada pesquisa completa que for feita.

Para ganhar dinheiro com seu carro
Não é só Uber e 99. Existem outras opções para você levantar um dinheiro extra com seu veículo.

BlaBlaCar: Aqui temos um bacana sistema de caronas pagas. Você vai de São Paulo para Ubatuba, por exemplo, informa horário e local de saída e chegada. Depois é só adicionar quanto cada “carona” vai pagar.

Cabify: Similar ao Uber e ao 99, você pode usar esse aplicativo para fazer corridas em suas horas vagas. Chegou ao Brasil prometendo ser uma terceira força, mas não teve o impacto dos outros dois.

Rappi: Esse funciona mais para quem tem moto. Você escolhe a área em que quer trafegar e usa para ganhar um dinheiro nas horas vagas.

Para ganhar dinheiro cuidando de pets
Que tal cuidar de um gato ou de um cachorro enquanto os donos estão fora? Isso pode render um bom dinheiro.

Dog Hero: você pode oferecer variados serviços como hospedagem, passeio, creche e atuar como babá de pets. Essas atividades podem ser feitas dentro de casa.

Para ganhar dinheiro com aluguel de seu imóvel
Tem uma casa ou apartamento na praia? Ou mesmo na cidade, vai viajar por um tempo mais longo? Alugue seu imóvel pelo app.

Airbnb: O sucesso dessa plataforma antes da pandemia foi tão grande que virou o ganha-pão principal de muitas famílias. Mesmo no pós-pandemia, ainda é uma boa solução para você alugar seu imóvel por um período curto.

(Fonte: Redação Dinheiro em Dia) - 21/06/2022
5 estratégias para sua loja virtual ter entregas eficientes

O e-commerce vai aonde o consumidor está. Com o isolamento social, essa se tornou a alternativa para muitas empresas e comércios que migraram parte ou 100% das vendas para o comércio eletrônico. Nesse cenário, como planejar uma entrega eficiente?


Caio Reina
Foto: Divulgação

Quem já trabalhava com o e-commerce viu não apenas a demanda crescer a cada semana, bem como os novos competidores. Esses números são explicados pelo levantamento de 2020 da ABComm (Associação Brasileira do Comércio Eletrônico), que mostra um aumento de 5x das aberturas mensais de lojas virtuais e a adesão de mais de 100 mil para as vendas on-line.

Esse processo pode parecer complexo e custoso, mas é possível criar um sistema de entrega ágil e econômico a partir de um software de roteirização. Por meio da utilização de Inteligência Artificial, é possível atribuir uma experiência única e diversificada ao cliente, uma vez que este recurso tecnológico mapeia os veículos disponíveis para entrega, endereços e produtos, dividindo corretamente cada área e consequentemente, melhorando a experiência do cliente no quesito da entrega.

Pensando nisso, é necessário investir em processos e tecnologias específicas para melhorar e incrementar seu e-commerce, visando o benefício e a eficiência para o cliente:

1. Investir em tecnologias no e-commerce
O uso adequado da tecnologia pode trazer à tona a eficiência dos processos de entrega. Tecnologias como otimização de rotas e torre de controle para monitoramento em tempo real dão um maior poder de gestão ao empreendedor sobre os negócios.

2. Manter o cliente engajado
O consumidor quer participar de todas as fases da compra. Informar o cliente sobre o tempo estimado de entrega com a opção de rastreamento do pacote é uma estratégia de retenção indireta. Além disso, é possível atualizá-lo com mensagens por aplicativo, e-mail ou SMS. Essas notificações podem ajudar o consumidor a se preparar para o recebimento do pacote, se necessário. Proporcionar diferentes alternativas é a forma de captar mais clientes e satisfazer diferentes demandas.

3. Definir a melhor estratégia logística e otimizar o custo de entrega

No e-commerce, cada produto precisa ser entregue para o cliente no prazo esperado e nas condições ideais. Custos como o do combustível e o transporte podem ser reduzidos usando a tecnologia apropriada. O uso de plataformas de gestão de entregas auxilia a transportar o número máximo de encomendas, percorrendo a distância mínima necessária e sem deixar de fora as necessidades de cada negócio. E esse é o ponto chave para uma entrega eficiente.

4. Definir um frete competitivo é essencial
Escolha um preço que se adeque aos padrões do seu setor. A utilização de tecnologia e softwares ajuda a diminuir o custo por entrega e consequentemente promover fretes mais baratos, isso tudo sem deixar a satisfação do cliente de lado.

5. Gerenciar a logística de estoques
Ter processos logísticos eficientes e uma gestão de estoque focada na redução de desperdícios é essencial. Aumenta a possibilidade de trabalhar com custos de frete reduzidos, diminui o capital de giro imobilizado no estoque e implanta as ações que entregam maior eficiência no fluxo de mercadorias.

As estratégias dos serviços de entrega de pacotes devem focar em reter clientes: fornecer os melhores serviços e uma ótima experiência é a única chave para garantir essa retenção. Portanto, tenha uma vantagem em tecnologia para fornecer serviços no prazo prometido usando Plataformas de Gerenciamento de Entrega.

(*) Caio Reina é CEO e fundador da RoutEasy.

(Fonte: Caio Reina Homework) - 21/06/2022
Testamos: alternativa ao Stanley, copo da Philco mantém bebida gelada por até 5 horas

Em meados de 2021, um produto nem tão novo assim chamou a atenção da internet: os copos térmicos da Stanley. Apesar da marca produzi-los há mais de 100 anos, a ideia de manter a bebida fria por horas se tornou motivo de debate nas redes sociais. Uns acharam o máximo, outros, uma piada – e tem o Inimigo Número 1, que não se sente bem estar no mesmo ambiente do copo.

Independentemente da posição, fato é que o produto ganhou espaço nas prateleiras. Tanto é que diferentes marcas começaram a produzir alternativas ao Stanley. Uma delas é a Phlico. A empresa brasileira oferece os modelos PTH01B (em branco) e PTH01P (em preto) pelo salgado preço sugerido de R$ 179,90.

Desempenho do copo da Philco
O copo térmico da Philco combina parede dupla, camada extra de cobre e isolamento térmico à vácuo. Juntos, os três fatores ajudam a manter a temperatura ideal por mais tempo. Na prática, isso se traduz em cinco horas de bebida gelada – ou até 20 horas, se estiver com gelo – ou duas horas com líquidos quentes.

Outro destaque do produto é a cobertura com efeito anticondensação. Ela impede que a parte externa do copo transpire, evitando aquelas poças de água incômodas que ficam sobre a mesa ou que molham bolsa, mochila e roupas.

Essas características fazem com que o produto seja um bom aliado, principalmente, para manter a água fresquinha – e você hidratado – durante o dia inteiro.

É válido destacar que, nos testes do 33Giga, foram usadas diferentes bebidas para avaliar o desempenho do copo da Philco. Para a temperatura gelada, foram escolhidos água, refrigerante e cerveja. Para a quente, café com leite. Em todos os momentos, o produto cumpriu a preservação térmica prometida.

Raio-X

Copo Térmico Philco
Cores: branco (PTH01B) e preto (PTH01P)
Capacidade: 475 ml
Preservação térmica: até 5 horas para bebidas geladas e 2 horas para quentes
Dimensões (L x A x C em cm): 9,3 x 16,6 x 9,3
Peso: 400 gramas
O que anima: preservação térmica, cobertura com efeito anticondensação, pode ser lavado em lava-louças
O que desanima: preço, peso, garantia curta
Preço sugerido: R$ 179,90
Site: https://bit.ly/3sCLrXh
​
Outros detalhes
A maior polêmica envolvendo o Stanley está no fato de o produto ser mais utilizado com cerveja. O problema é que boa parte dos apreciadores da bebida não costumam deixá-la cinco horas no copo. Mesmo assim, se você faz parte desse grupo, saiba que a Philco traz um abridor de garrafa de aço acoplado na tampa.

É importante, porém, destacar um ponto negativo: o produto é pesado. Com 400 gramas, fica difícil transportá-lo com facilidade em bolsas e mochilas. E mais: não é nem um pouco cômodo carregá-lo por horas em um churrasco ou balada.

Vale ainda destacar que o copo da Philco pode ser lavado em lava-louças e conta com garantia de míseros 90 dias.

(Fonte: 33Giga) - 16/05/2022
Listando: 5 de 1447

Anuncie

Sobre o Portal da 25 de Março

O Portal da 25 de Março foi lançado em 01 de janeiro de 2002, tendo como objetivo principal a divulgação de empresas e produtos comercializados na região da rua Santa Ifigênia no centro da cidade de São Paulo, focando-se principalmente em produtos voltados para a área doméstica em geral.